• 11 4200-7992
  • contato@epelicula.com.br
  • Chat offline
    Horário de Atendimento: de Seg. à Sex. das 9h às 18h
Meu carrinho Você possui 0 itens no carrinho

Perguntas Frequentes

 

BENEFÍCIOS E CARACTERÍSTICAS

 

1)      As películas não são todas iguais? Por que temos diferenças nos preços?


As películas diferenciam-se basicamente por três fatores:

 

  1. Método de fabricação, insumos e tecnologia empregada;
  2. Desempenho técnico;
  3. Durabilidade;

 

Variações e combinações destes fatores influenciam diretamente no custo de produção e por conseqüência no seu preço, apesar de parecerem todas iguais.

 

 

2)      Quais os benefícios da instalação de películas?

 

 

a. Redução de Ultravioleta (UV):


Todos os produtos disponíveis na ePelícula, com exceção de alguns decorativos, reduzem de 95 a 99% dos raios Ultravioleta, principal responsável pelo câncer de pele, desbotamento, e deteriorização de tecidos e objetos.

 

 

b. Redução do Calor (Infravermelho):


Produtos com metalização na composição, cerâmicos e outras tecnologias são capazes de reduzir até 99% da admissão direta de calor na faixa de 1.000 nanômetros do espectro eletromagnético solar.

 

 

c. Redução de gastos com energia elétrica:


Películas que reduzem o calor (infravermelho) contribuem substancialmente para reduções no consumo de energia elétrica, pois evitam que o calor entre no ambiente, exigindo menos do sistema de ar-condicionado. Caso a película tenha uma boa transmissão de Luz, a necessidade de utilização de iluminação artificial é reduzida, da mesma forma impactando em menor consumo de energia.

 

 

d. Controle da Luz:


A película controla a admissão de Luz Visível, faixa solar responsável por tudo que enxergamos. As Transmissões de Luz Visível das películas podem variar de quase 90% (transparente, sendo o mesmo percentual de um vidro translúcido) a praticamente zero de transmissão de luz, neste caso indicadas para locais onde a Luz não deve entrar no ambiente.

 

 

e. Aumento de Resistência contra impactos:


As Películas de Segurança são produtos espessos, alguns multi-laminados - com várias camadas em sua composição - com adesivos específicos que visam o aumento da resistência dos vidros quando submetidos a impactos. Também rejeitam o Ultravioleta e podem possuir características de controle de Luz e Calor.

 

 

f. Efeito anti-estilhaçante:


Vidros com películas instaladas tornam-se anti-estilhaçantes, ou seja, quando os vidros são rompidos por algum motivo, os fragmentos se mantém presos ao adesivo da película.

 

 

g. Evitar ou dificultar invasões através dos vidros ou vitrines:


Algumas Películas de Segurança possuem a característica de, mesmo com o rompimento do vidro, evitar ou dificultar invasões, pois o produto dificilmente consegue ser rasgado, mesmo com uma faca, estilete ou instrumentos similares. Para tal, este produto necessita de uma instalação específica para funcionar adequadamente com esta finalidade.

 

 

h. Controlar o desbotamento de tecidos, objetos e mercadorias:


As películas, controlando o Ultravioleta, Calor (Infravermelho) e Luz, conseguem reduzir a deteriorização e desbotamento de cortinas, persianas, tapetes, sofás, pisos, mercadorias e quaisquer outros objetos expostos ao raio solar em vitrines ou residências, preservando o investimento em produtos expostos, pisos, cortinas, objetos e mobiliário.

 

 

i. Privacidade:


Películas opacas também conhecidas como Jateadas controlam a visão através do vidro de ambos os lados.

 

 

j. Efeito Espião:


Conseguir ter visão para fora e não ser enxergado. Películas com menor transmissão de Luz, escuras ou altamente metalizadas, promovem este efeito, porém dependentes da diferença de luminosidade entre os ambientes em que se procura este objetivo.

 

 

l. Decoração:


Diversos desenhos e formados, variações de cores e texturas. Integre vidros no seu ambiente, corporativo ou residencial, agregue privacidade quando necessário com os melhores produtos disponíveis na ePelícula!

 

 

3)      Dados Técnicos para películas:


 

a. Transmissão de Luz Visível (%):


A porcentagem de Luz Visível (380~780nm) que é transmitida através do conjunto vidro-película. A Luz Visível é a faixa do espectro eletromagnético solar responsável, por exemplo, pelo que enxergamos e pela luminosidade dos ambientes.

 

 

b. Reflexão de Luz Visível (%):


A porcentagem de Luz Visível (380~780nm) que é refletida através do conjunto vidro-película. Quanto maior esta porcentagem, maior o efeito visual de reflexivo do produto.

 

 

c. Transmissão de Energia Solar (%):


A porcentagem de energia solar (300~2.500nm) que é transmitida diretamente pelo conjunto vidro-película. Entende-se como energia solar as três faixas do espectro eletromagnético solar: Ultravioleta, Luz Visível e Infravermelho.

 

 

d. Reflexão da Energia Solar (%):


A porcentagem da energia solar (300~2.500nm) incidente que é refletida diretamente pelo conjunto vidro película. Quanto maior esta porcentagem, maior é a capacidade do conjunto vidro/película em rejeitar diretamente a energia solar.

 

 

e. Absorção da Energia Solar (%):


A porcentagem da energia solar (300~2.500nm) incidente que é absorvida pelo conjunto vidro-película. Quanto maior esta porcentagem, maior é a absorção de energia térmica do sistema, aumentando a temperatura do conjunto vidro-película. Parte desta energia é re-irradiada para dentro do ambiente, outra parte para fora.

 

 

f. Transmissão de Infravermelho Curto (%):


A porcentagem de energia solar (1.000nm) - correspondente à um ponto específico do infravermelho curto - que é transmitida diretamente pelo conjunto vidro-película.

 

 

g. CTCC - (Coeficiente de Transferência de Calor por Condução - Valor U):


A quantidade de energia térmica (BTUs) que é transmitida por 1 pé2 do conjunto vidro-película com uma diferença de temperatura de 1º.F do ambiente interno para o externo.O coeficiente total de transferência de calor por condução é inversamente proporcional ao Valor R (U = 1/R). Quanto menor o Valor “U”, melhor as qualidades de isolamento do conjunto vidro-película.

 

 

h. Coeficiente de Ganho de Calor Solar - SHGC:


O SHGC é a fração da radiação solar incidente admitido através de uma janela, tanto a diretamente transmitida quanto a absorvida e posteriormente liberada para dentro. SHGC é expresso como um número entre 0 e 1. Quanto menor o coeficiente de ganho de calor solar de uma janela, menos o calor solar ela transmite.

 

O SHGC do conjunto vidro-película a é inferior ao SHGC quando calculado somente do vidro, sendo geralmente abaixo de 0,8.

 

Ganho de calor solar pode levar a um superaquecimento no verão, mas também pode fornecer calor gratuito no inverno. A melhor forma de equilibrar o ganho de calor solar depende do clima, localidade condições de sombreamento e outros fatores.

 

 

i. Coeficiente de Sombra:


A taxa de ganho de infravermelho transmitida por um conjunto de vidro-película para o ganho de infravermelho ocorrendo em condições comparativas a uma janela comum de vidro duplo. Quanto menor o número, melhor as qualidades de sombreamento e eficácia do conjunto vidro-película.

 

 

j. Transmissão de Ultravioleta (%):


É o percentual máximo transmitido de ultravioleta (300~380nm) pelo conjunto vidro-película. O Ultravioleta é a faixa do espectro eletromagnético solar considerada principal responsável por deteriorização e desbotamento de objetos, além estar altamente relacionada com lesões e cânceres da pele.

 

 

l. Total de Energia Solar Rejeitada:


A porcentagem de Energia Solar (300~2.500nm) rejeitada pelo conjunto vidro-película. Equivale a Reflexão da Energia Solar mais o percentual de Absorção da Energia Solar que é re-irradiado para fora do ambiente.

 

4)      Propriedades Físicas para películas:


 

São características das Películas de Segurança que visam explicitar suas propriedades e benefícios.

 

 

a. Força de Adesão:


É a força máxima, medida em gramas por polegada de largura, que o sistema de adesivo suporta para manter-se fixado ao vidro.

 

 

b. Espessura:


É a medida, em milésimos de polegada ou micrômetros da espessura da estrutura do produto. Uma unidade de milésimo de polegada é igual a 25,4 unidades do Mícron (mm/1000), também denominado micrômetro. Portanto, um produto de espessura 4 MIL (milésimos de polegada), possui aproximadamente 101 micra de espessura (4,00 x 25,60 = 101,60).

 

 

c. Resistência à Tração:


É a força máxima, em Kg por cm2, que o produto suporta enquanto uma carga axial de alongamento é aplicada.

 

 

d. Alongamento na Ruptura:


É o total, em percentual, que o produto pode alongar-se antes de romper.

 

 

e. Resistência à Perfuração:


É a força, em Kg, que o produto resiste à perfuração, utilizando-se a norma técnica ASTM D4830.

 


5)      Indicações das Películas:

 

 

As Indicações são itens básicos e claros para que você possa escolher rapidamente sua película de acordo a necessidade.

 

 

a. Rejeição de UV:


Classifica se o produto é produzido para rejeição de Ultravioleta.

 

 

b. Controle da Luz:


Indica se o produto é adequado para o controle da Luz.

 

 

c. Rejeição de Calor


Indica os produtos que possuem maior capacidade de rejeitar o Infravermelho (calor).

 

 

d. Privacidade (Opacidade):


Define se o produto possui característica de opacidade, como os produtos jateados, visando privacidade em ambientes.

 

 

e. Efeito Espião:


Classifica se o produto possui indicação para efeito espião, caracterizado pela baixa transmissão de Luz Visível. Verifique em “O que é efeito espião e como funciona?” para maior aprofundamento.

 

 

f. Segurança:


Indica se o produto possui característica de aumento de resistência contra impactos e outros aspectos da linha de Películas de Segurança.

 

 

g. Decorativa:


Classifica o produto que é comumente utilizado com propósitos decorativos.

 

 

h. Instalação Exterior:


Indica os itens que possuem fabricação específica para instalação exterior. Maior aprofundamento consulte “Por que uma película de instalação interna não pode ser instalada externamente?”.


 

6)      Características das Películas:

 

a. Estabilidade de Pigmento:


Indica os produtos que conseguem manter a pigmentação sem alterações ao longo dos anos, ou seja, sem descoloração.

 

b. Tipo de Pigmentação:


É o método de fabricação do produto, quando pigmentado. Existem basicamente três processos distintos:

 

  •  
    •  Adesivo Pigmentado:


O pigmento e o anti-ultravioleta são adicionados ao adesivo do produto, compondo a primeira camada da película que recebe o raio solar. Este método de fabricação consegue ofertar produtos de menor valor agregado pela simplicidade do processo, porém os produtos possuem menor vida útil.

 

  •  
    •  Pigmentação Interna:


O pigmento fica protegido entre camadas de poliéster, não estando relacionado ao adesivo. A forma de produção desta linha nos resulta em produtos extremamente confiáveis, além de garantir maior estabilidade em diversas situações.

 

  •  
    • Pigmentação Incorporada:


É o método de fabricação comercialmente chamado de Color Stable. É o único sistema de fabricação que utiliza pigmento e consegue assegurar estabilidade, ou seja, não descolore.

 

c. Estabilidade de Metalização:


Indica os produtos que conseguem manter a metalização sem alterações ao longo dos anos, não correndo risco de desmetalizar.

 

d. Tipo de Metalização:


Existem basicamente dois métodos distintos de metalização para películas:

 

  •  
    • Á vácuo:


A metalização ou revestimento a vácuo é um processo pelo qual um metal -quase exclusivamente alumínio- é aplicado como uma camada em um filme de poliéster transparente, e após isto outra camada de filme de poliéster é laminada. Esses produtos são excelentes películas de controle solar capazes de rejeitar mais de 80% da radiação solar.

 

 

Como o processo de metalização à vácuo pode ser controlado, há possibilidade da espessura da camada de alumínio ser produzida em tolerâncias precisas. Isto resulta em filmes de controle solar que possuem percentuais diferentes de transmissão de luz visível, mudando o resultado do produto. De forma geral, quanto mais baixa a transmissão de luz visível, mais alta a rejeição ao calor solar. As transmissões de luz visível geralmente variam de 15% (baixa) até 70% (alta).

 

 

A combinação da camada de alumínio com uma camada de película pigmentada, ao invés de uma camada transparente, pode produzir várias versões diferentes de películas (bronze, cinza, etc.) com vários níveis de transmissão de luz e propriedades de controle solar.

 

 

  •  
    • Iônico:


O processo Iônico de metalização utiliza uma grande câmara de vácuo e uma atmosfera de gás inerte (ou reativo) bem como energia elétrica. A energia elétrica aplica uma carga negativa aos átomos ou moléculas de gás. A pressão quase zero dentro da câmara de vácuo - que é extremamente baixa comparada à pressão atmosférica normal - permite que as partículas carregadas negativamente se movam livremente na câmara em alta velocidade.

 

Quando essas partículas carregadas atingem o metal que vai ser aplicado à película, os átomos do metal -ou óxido metálico - são desprendidos, também em alta velocidade. Eles atingem a película criando uma camada fina de óxido metálico.

 

 

Os produtos Iônicos possuem excelentes propriedades de controle do calor solar como as que são produzidas pelo processo de metalização a vácuo. Porém, uma das vantagens do processo Iônico de metalização é a não utilização de pigmento, não estando assim sujeito à descoloração.

 

 

Para atingir diferentes tonalidades e cores para os produtos são utilizadas somente ligas metálicas como aço inoxidável, níquel-cromo e outros, resultando em cores únicas e níveis mais altos de transmissão seletiva.

 

Diferentemente da metalização à vácuo, o processo Iônico incorpora o metal ao poliéster, agregando aos produtos estabilidade de metalização.

 

e. Interferência Eletromagnética:


Indica se o produto interfere ou não em ondas eletromagnéticas. Esta interferência eletromagnética pode ser uma necessidade ou um fator negativo, de acordo com sua necessidade. Para maiores esclarecimentos consulte “A película interfere em ondas de rádio, celular, wi-fi e GPS?”.

 

 

7)      A película interfere em ondas de rádio, celular, wi-fi e GPS?


 

Alguns produtos, principalmente com metalização em sua composição, podem interferir em ondas eletromagnéticas como de equipamentos como rádio, celular, wi-fi e GPS.

 

 

Caso seu objetivo seja que seu sinal wi-fi não seja compartilhado fora do seu ambiente, escolha produtos com dado técnico “interferência eletromagnética” com preenchimento SIM.

 

 

Já em outras situações onde é necessário preservar a entrada de sinais de rádio e GPS, como ocorre em ambientes corporativos e em veículos, selecione produtos com “interferência eletromagnética” com preenchimento NÃO.

 

 

 

8)      A película substitui o uso de cortinas e persianas?


 

Em muitos casos como Hospitais e Clínicas médicas, as películas têm sido utilizadas como forma substitutiva às cortinas e persianas por determinação de normativas visando evitar acúmulo de poeira, bactérias e quaisquer agentes que possam interferir negativamente no ambiente clínico.

 

 

Já em ambientes residenciais e comerciais, as películas podem ser complementares às cortinas e persianas e não substitutivas, pelo fato do uso destes produtos trazerem benéficos distintos.

 

 

Por exemplo, a película consegue controlar Luz, Calor e UV e pode gerar privacidade de forma uniforme. No caso das cortinas e persianas, o usuário comanda as áreas de fechamento para Luz e Privacidade. Porém, as cortinas e persianas não são capazes de controlar Calor e Ultravioleta, o que fortalece, na maioria dos casos, o uso dos produtos de forma complementar e não substitutiva.

 

 

 

9)      O que é Efeito Espião e como funciona?

 

 

É o famoso efeito da sala de interrogatório dos filmes policiais, quando conseguimos enxergar de um ambiente ao outro “sem sermos vistos”, dando um efeito de espelho nos vidros ou ainda de fumê escuro.

 

 

É importante ressaltar que este efeito somente será atingido com a utilização do produto correto e a adequação do ambiente. De outro modo, pode haver a inversão do efeito espião com a alteração das condições de luminosidade do ambiente.

 

 

Por exemplo, quando utilizamos um produto indicado para o efeito espião em uma guarita - caracterizado pela baixa transmissão luminosa (Transmissão de Luz Visível %)-, temos, durante o dia, o resultado desejado devido a diferença de intensidade de luz entre o ambiente interno e o externo.

 

 

Por ser de dia, o ambiente externo possui uma intensidade de luz muito maior que o interno, fazendo com que quem esteja do lado externo da guarita não enxergue o ambiente interno e com que quem esteja do lado interno da guarita enxergue o ambiente externo sem ser visto.

 

 

Porém, ao anoitecer, teremos a inversão das condições de intensidade de luz. No lado interno da guarita teremos um emissor luminoso enquanto externamente não mais teremos a luz solar. Esta inversão de condições faz com que também haja uma inversão do efeito espião. Quem está fora da guarita enxergará o interior deste e quem está dentro da guarita não enxergará fora dela.

 

 

 

10)   Como manter o Efeito Espião com alterações de intensidade de luz?

 

 

O Efeito Espião funciona somente com as diferenças de intensidade de luz. Quanto maior esta diferença, melhor será o efeito. Caso haja a mesma intensidade em ambos os ambientes (interno e externo), a “dificuldade de enxergar” entre os ambientes será similar em ambos os lados.

 

 

Portanto, para atingir o efeito desejado, além da utilização de produto de baixa transmissão luminosa, devemos nos atentar às intensidades de luz externa e interna. Como no exemplo da guarita utilizado na questão anterior, para manter o mesmo efeito atingido durante o dia (maior intensidade fora, menor intensidade dentro), deve-se procurar simular estas condições, ou seja, aumentar a intensidade luminosa fora da guarita e diminuir a interna.

 

 

Para tanto recomenda-se utilizar-se de luz artificial externa, como por exemplo, refletores direcionados ao vidro – com precaução para não causar ofuscamento na guarita-, e internamente luz dirigida em intensidade suficiente para a realização do trabalho na guarita à noite. Como já comentado, quanto maior a diferença de intensidade de luz entre o ambiente externo e interno, melhor será o Efeito Espião.

 

 

 

11)   O uso de película pode ser a causa da quebra de vidros?

 

 

Depende. Existem cinco tipos de estresse que podem causar quebra de vidro:

 

 

Estresse Térmico – gerado pela absorção de radiação solar;

Tensão - a partir do peso do vidro em si;

Estresse Mecânico Eólico - a partir do vento;

Estresse de Impacto - de objetos diversos, granizo, bolas de futebol;

Estresse de Torção - movimentação na construção ou janela.

 

 

A película pode exercer alguma influência apenas no estresse térmico, pois o uso de películas aumenta a absorção da energia solar.

 

 

No entanto, existem também outros fatores que aumentam estão relacionados ao estresse térmico, tais como:

 

Sombreamento parcial das janelas;

Cortinas ou persianas muito próximas ao vidro;

Vidros danificados ou com adesivos;

Aquecimento ou refrigeração com fico voltado para o vidro.

 

Devemos também levar em consideração que existem diferentes tipos de vidro (temperado, laminado, pigmentado, etc.) que possuem diferentes taxas de absorção de energia solar. Estes tipos de vidro irão suportar diferentes graus de tensão térmica.

 

A ePelícula poderá lhe auxiliar tecnicamente para a escolha do melhor produto para seu caso.

 

Segue abaixo alguns tipos de vidro ou condições em que a utilização de uma película de controle solar (não de segurança, claro) não é recomendada sem os devidos cuidados.

 

Vidro único com área maior do que 10 metros quadrados;

Painel de Vidro duplo com mais de 4 metros quadrados;

Vidro transparente mais espesso do que 10 milímetros;

Vidro fumê mais espesso do que 6 milímetros;

Caixilhos de alumínio sólido, concreto ou de aço sólido;

Vidros com selantes ou compostos endurecidos;

Vidro visivelmente lascado, rachado ou danificado;

Refletivo, aramado, texturizado ou estampados;

Painel de vidro triplo.

Janelas de vidro laminado.

 

 

 

PELÍCULA DE SEGURANÇA


 

1)      A Película de Segurança pode ser considera uma semi-blindagem?


 

Não. Nenhuma película tem resistência à projéteis para ser considerada blindagem. Nenhum fabricante de Película de Segurança no mundo vende este produto para esta utilização e com estes benefícios. Infelizmente, algumas empresas utilizam-se deste termo relacionado à Película de Segurança para conotar um produto que tem capacidade de “segurar” projéteis.

 

 

2)      Como uma Película de Segurança pode evitar ou dificultar a invasão de ambientes?


 

O esforço para invadir um ambiente através de uma área envidraçada com Película de Segurança é dividido em dois momentos distintos: 1) força necessária para a quebra do sistema vidro + película e, 2) Com o vidro quebrado, força necessária para superar a barreira formada pela película de segurança e os fragmentos de vidro que ficam fixados na película através do seu potente adesivo.

 

 

A Película de Segurança aumenta a resistência entre 20 e 103 Kg de impacto para perfuração, de acordo com ensaios em condições específicas e padronizadas.

 

 

Dependendo do tipo de ancoramento - forma em que a película é instalada associada à forma de fixação da película e vidro nos caixilhos -, a película servirá como agente dificultador de invasões, pois, quanto maior sua Resistência à Tração associada a sua capacidade de Alongamento à Ruptura, maior a dificuldade de superar a barreira que surge após a quebra do vidro, formado pela Película de Segurança associada aos próprios fragmentos do vidro rompido.

 

 

INSTALAÇÃO

 

1)      Onde as películas podem ser instaladas?


As películas devem ser instaladas em vidros com superfície lisa, comumente na face interna. Janelas, fachadas, vitrines, box de banheiros, divisórias, tetos de vidro, sacadas e muitos outros locais. Existem alguns produtos para instalação externa em casos onde não é possível o acesso ao vidro internamente e produtos específicos para instalação em policarbonatos.

 

Não é indicada a instalação de películas em vidros aramados, com risco de quebra dos mesmos. Para alguns tipos específicos de vitrificação, pode ser necessário um estudo para especificação do produto adequado, como no caso de laminados, pigmentados, metalizados e outros. Fale com a equipe técnica ePelícula, estaremos sempre disponíveis em ajudá-lo.

 

 

2)      Quanto tempo demora a instalação da película?

 

 

A instalação do produto é rápida. Conseguimos adequar o tamanho de equipe de execução de acordo com a quantidade de produto a instalar. Caso você tenha alguma necessidade especial em termos de prazo de entrega do produto instalado, entre em contato a equipe de atendimento ePelícula, teremos imenso prazer em atender suas necessidades.

 

 

3)      Depois de instalado, o produto demora quanto tempo para “secar”?

 

 

O tempo de cura do adesivo das películas varia de acordo com o método de fabricação, espessura do produto e tipo do adesivo. Produtos pigmentados ou com metalização a vácuo, normalmente tem o processo de cura finalizado em 48 horas.

 

 

Tratando-se de produtos com método Iônico de metalização, o prazo pode chegar a 72 horas. Para películas de Segurança o tempo de cura varia com a espessura, variando de 72 horas a algumas semanas para a finalização do processo.

 

 

4)      É necessário algum tipo de preparação nos vidros ou ambiente para a instalação da película?

 

 

Não é necessário nenhum preparo especial para a instalação. O ideal é um ambiente limpo e iluminado, sem partículas em suspensão como poeira e pó de gesso. Os realizadores da ePelícula farão toda a preparação dos vidros para uma instalação perfeita.

 

 

Caso o local esteja em obras, sugerimos que a instalação da película seja realizada ao término da obra e do processo de limpeza decorrente desta. Nossa equipe não realiza limpeza dos vidros a fim de retirar restos de tintas e outros não relacionados à execução padrão da instalação de películas.

 

 

5)      O processo de instalação gera algum tipo de sujeira, barulho ou inconveniente?

 

 

Não. Todo o material de descarte gerado na instalação será recolhido por nossos realizadores visando deixar o ambiente conforme encontrado, ou melhor. A instalação é executada com água e solução de aplicação, portanto, existe a possibilidade do ambiente ser molhado durante o processo, e devidamente tratado e seco após este.

 

 

O processo de instalação não gera nenhum tipo de barulho com equipamentos, pois utilizamos somente borrifadores manuais ou de pressão. Nossa equipe está treinada para realizar a instalação de forma limpa e organizada, minimizando quaisquer inconvenientes possíveis.

 

 

6)      A instalação da película deve ser feita antes ou depois dos vidros colocados?

 

 

Para a maioria das películas independe se a instalação for realizada antes ou depois da colocação dos vidros,

 

 

É importante ressaltar que a instalação antes de colocação dos vidros confere um acabamento mais seguro do conjunto vidro-película, pois, dependendo da forma de fixação dos vidros, as extremidades da película ficam dentro dos caixilhos.

 

 

Tratando-se de Películas de Segurança onde a principal preocupação é o aumento da resistência, é indicada a instalação antes da fixação dos vidros com o objetivo de que a película fique muito próxima das suas bordas – o que pode não acontecer se a execução ocorrer já com os vidros instalados.

 

 

Em caso de quebra do vidro e dependendo do sistema de caixilho, o vidro sem mantém preso na estrutura mesmo quebrado desde que utilizado o acabamento próximo às bordas, conseguido com a instalação no vidro solto.

 

 

7)      Por que uma película de instalação interna não pode ser instalada externamente?

 

 

A película para instalação interna, quando instalada externamente, ficará exposta ao Ultravioleta sem proteção adequada. Ao inverter a posição de instalação, a primeira camada que receber o raio solar é o anti-risco, que não possui esta importante proteção que influencia em sua durabilidade.

 

 

A película possui diversas camadas em sua composição, como anti-risco, poliéster, pigmento e/ou metalização, adesivo e o tratamento anti-UV. A função do anti-UV é:


Evitar que esta faixa do raio solar entre no ambiente;

Manter a integridade da própria película contra deteriorizações e desbotamento;

 

Uma película produzida para instalação interna possui filtro anti-UV no adesivo, pois, quando a instalamos internamente, o adesivo que estará em contato com a parte interna do vidro. Sendo assim, o raio solar ao atravessar o vidro, atinge o adesivo com o tratamento anti-UV, evitando a entrada desta faixa do espectro solar e protegendo o próprio produto, além de proteger o ambiente.

 

 

8)      Por que uma película para vidros não pode ser instalada em policarbonato?

 

 

O policarbonato possui a característica de troca de “gazes” com o ambiente, ao decorrer de sua vida útil. Películas comuns não possuem a capacidade de liberar estes “gazes” fazendo com que sejam criadas bolhas após a instalação. O tempo para a ocorrência de bolhas depende da exposição solar e, quanto maior a exposição solar, mais rápido as bolhas surgirão.

 

 

Películas específicas para policarbonato possuem tecnologia que não limitam esta troca natural do policarbonato com o ambiente.

 

 

GARANTIA

 

 

 

Qual a garantia das películas?


As películas possuem garantias distintas. Esta distinção está principalmente
relacionada a fatores como método de fabricação, tecnologia empregada,
insumos utilizados na produção, desempenho técnico, características do produto
e durabilidade, sempre detalhadas nas informações do produto.

 

A garantia padrão do produto cobre falha adesiva, descascamento, rachadura,
delaminação e desmetalização e varia de 2 a 5 anos.

 

Produtos com métodos de fabricação que empregam maior tecnologia, como
os com Estabilidade de Pigmentação e/ou com Estabilidade de Metalização,
possuem garantia de 10 a 15 anos, cobrindo inclusive descoloração.

 

Todos os produtos comercializados pela ePelícula seguem rígidos padrões de
qualidade. Verifique atentamente características e indicações dos produtos
para uma compra adequada, ou contate nosso atendimento para uma orientação
técnica. Estaremos sempre dispostos para melhor atendê-lo.

 

Qual a garantia do serviço de instalação das películas?


O serviço de instalação é gratuito e possui garantia total. Pode ser solicitada
qualquer revisão na instalação por até 60 dias da entrega. A ePelícula possui
um sistema de aprovação dos serviços redundante, ou seja, sua aprovação é
confirmada e reconfirmada para que não haja qualquer possibilidade de
atendimento, entrega e instalação abaixo dos padrões de qualidade ePelícula.

 

Como funciona:


Confirmação:


Ao término da entrega dos produtos e instalação nossa equipe estará portando
um documento chamado de Termo de Aceite. O responsável é convidado a
revisar as instalações e, em caso de quaisquer inconformidades, fazer os
apontamentos pertinentes para reparo. Estes apontamentos serão solucionados
neste mesmo momento.

 

Em caso de qualquer impossibilidade de solução imediata, realizaremos um
novo agendamento para executar reparos com a maior brevidade.

 

Reconfirmação:


Mesmo após a finalização da entrega/instalação e assinatura do Termo de
Aceite, o comprador será convidado, através de email, a avaliar o serviço de
instalação realizado.

 

Este e-mail é de rápido preenchimento. Possui cinco questões dicotômicas
(resposta sim ou não) e solicita uma nota de 0 a 10 para o serviço de
instalação realizado.

 

Esta avaliação é redundante e independente do Termo de Aceite (primeira
avaliação realizada) e, em caso de desaprovação, enviaremos novamente nossa
equipe para a solução dos eventuais problemas apontados.

 

Importante: Não consideramos finalizada a entrega e instalação dos produtos
sem a obtenção da aprovação através da confirmação e reconfirmação realizada
pelos nossos clientes.

 

 

MANUTENÇÃO

 

 

1)      A película pode ficar roxa ou desbotar?

 

 

Dependendo da forma de fabricação do produto e tecnologia, a película não possui garantia contra desbotamento. Verifique nos dados do produto o item “estabilidade de pigmento”. Caso a opção seja “SIM”, o produto não terá alteração de cor ou desbotará pelo período de sua garantia.

 

 

2)      A película pode ficar manchada?

 

 

Caso a película fique com manchas após certo período da instalação e depois da cura total do adesivo pode ser considerado defeito, necessitando de análise. Havendo esta ocorrência contate a central de atendimento ePelícula para orientações e procedimentos.

 

 

Alguns produtos de menor tecnologia e custo, que utilizam pigmento ou metalização, podem apresentar certa variação na deposição destes insumos no poliéster, dando a impressão de estarem manchadas.

 

 

3)      As películas podem riscar?

 

 

O uso proposital ou involuntário de quaisquer objetos pontiagudos ou com superfícies ásperas pode danificar as películas, dependendo da intensidade da agressão.

 

 

Todos os produtos vendidos pela ePelícula possuem camada anti-risco. Esta proteção serve para que o produto tenha durabilidade em condições normais de uso e manutenção.

 

 

4)      Quais produtos podem ser utilizados para a limpeza das películas?

 

 

As películas devem ser limpas utilizando-se somente pano macio embebido em álcool ou detergente neutro. Quaisquer outros produtos químicos, limpa-vidros ou esponjas de qualquer natureza não são indicados, principalmente as mais abrasivas.

 

 

5)      A película pode perder suas características de controle solar?

 

 

Todos os produtos manterão suas características técnicas pelo tempo respectivo a sua garantia. Produtos de maior tecnologia, porém, tendem a manter estas características por um tempo bem superior ao término da garantia.

 

 

Fatores externos podem ocasionar alteração na capacidade de controle solar da película, como limpeza com produtos não indicados, instalação externa de produtos projetados para utilização interna, entre outros fatores.

 

 

DESBOTAMENTO EM VITRINES, RESIDÊNCIAS E ESCRITÓRIOS

 

 

1)      O que causa o desbotamento de tecidos e objetos?

 

 

O principal causador de deteriorização e desbotamento de tecidos e objetos é o raio solar, com aproximadamente 90% de influência, destacando-se o UV, com 40% de responsabilidade. Diversos outros fatores contribuem para o desbotamento, somando os outros 10%. Veja abaixo as causas:

 

 

40% - Ultravioleta (UV)

25% - Luz Visível (Luz)

25% - Infravermelho (Calor)

10% - Outros Fatores:

               Qualidade do fixador do pigmento do tecido ou objeto;

               Umidade relativa do ar;

               Temperatura do ambiente;

               Poluição;

               Iluminação Artificial;

               Outros;

 

 

Os fatores acima influenciam nesta proporção a maioria dos tecidos e objetos. Pode haver casos que em que tecidos e objetos reagem de forma sensivelmente diferente aos fatores descritos acima, dependendo principalmente de sua composição química e de fatores ambientais.

 

 

2)      Em residências e escritórios, a película elimina o desbotamento de cortinas, pisos e móveis?

 

 

A película pode agir em aproximadamente 90% das causas de deteriorização e desbotamento de tecidos e objetos, sendo estas o Ultravioleta (UV), a Luz Visível (LV) e o Infravermelho (IV). Com isto, a instalação da película conseguirá controlar o desbotamento de cortinas, persianas, móveis, pisos e objetos. Dependendo da escolha do produto, sempre priorizando os que rejeitam ao máximo as três causas acima, a película irá reduzir demasiadamente o desbotamento, porém não vai eliminá-lo.

 

 

Para especificar o melhor produto, filtre em nossa página de produtos uma película com:

  •  
    • <Menor Transmissão de Ultravioleta (UV);
    • <Menor Transmissão de Luz Visível (LV);
    • >Maior rejeição de Calor (IV);

 

 

 

Caso sua necessidade seja um produto que seja translúcido, visando, por exemplo, não alterar demasiadamente as características do vidro, o produto indicado é um da linha Termo-Seletiva.

 

Produtos da linha Termo-Seletiva podem rejeitar até 99% do UV e 99% do Infravermelho, na faixa de 1.000nm. Porém, sendo o objetivo a não alteração da característica do vidro que é translúcido, este produto não trabalha na rejeição da Luz Visível, deixando assim de influenciar em 25% das causas da deteriorização de tecidos e objetos.

 

 

3)      Em vitrines, a película elimina a perda de mercadorias com deteriorização e desbotamento?

 

 

Dependendo da escolha do produto, sempre priorizando os que rejeitam ao máximo o UV e o IV, a película irá reduzir demasiadamente a deteriorização de tecidos e objetos, porém não vai eliminá-la.

 

 

Diferentemente de áreas comuns, a instalação de películas em vitrines requer produtos translúcidos e, desta forma, deixamos de controlar a Luz Visível (LV), responsável por aproximadamente 25% dos fatores do desbotamento.

 

 

Para especificar o melhor produto para VITRINES, filtre em nossa página de produtos uma película com:

  •  
    • <Menor Transmissão de Ultravioleta (UV);
    • >Maior Transmissão de Luz Visível (LV);
    • >Maior Rejeição de Calor (IV);

 

 

 

MEIO AMBIENTE

 

 

1)      O uso de películas causa impacto positivo ao meio ambiente?

 

 

Sim. Utilizar produtos de controle solar em arquitetura significa diminuir o impacto ambiental, contribuindo para uma menor emissão de carbono. A constatação é simples: as películas de controle solar, principalmente as que possuem significativo desempenho na redução do infravermelho, são responsáveis pela redução de gastos com energia em edifícios, veículos e casas.

 

Sendo carbono-negativo e ecologicamente correta, a utilização de películas auxilia na redução de emissão de carbono através da redução do consumo de energia elétrica. Esta redução de carbono nos edifícios torna neutra, ao longo do tempo, quaisquer impactos gerados na produção da película, como a utilização de metais, adesivos e derivados de petróleo em sua composição.

 

 

2)      A utilização de película pode influenciar nas plantas do meu ambiente?

 

 

Depende da planta. Na maioria dos casos, se uma planta já está recebendo luz adequada, a utilização de película não irá prejudicá-la. É provável que seu ritmo de crescimento ou floração possa ser alterado, e, após alguns dias, a planta pode se ajustar à mudança de luz.

 

 

Se uma determinada planta normalmente murcha no final de um dia de sol, esta poderá, na verdade, crescer melhor com película instalada. Como sabemos, plantas verdes escuras precisam de menos luz do que as coloridas mais leves.

 

 

Faça um teste rápido antes da instalação da película: mude a planta para uma área com menos luz solar por alguns dias e observe sua reação. Além disso, a maioria dos viveiros ou empresas especializadas pode nos aconselhar se uma determinada planta precisa de mais ou menos exposição à luz solar.

 

 

ENTENDENDO A ENERGIA SOLAR

 

 

1)      Introdução

 

 

O Mundo, a cada dia, está mais preocupado e em busca de soluções, hábitos e produtos que não agridam o meio ambiente, tanto em sua fabricação, quanto na utilização e descarte. E na busca por soluções sustentáveis, a utilização cada vez maior de áreas envidraçadas em construções é uma tendência.

 

 

Sabemos que quanto maior a área envidraçada, maior será a luminosidade natural e a conseqüente redução de gastos com energia elétrica para iluminação. Porém, quanto maior a área envidraçada, maior será também a admissão de energia térmica através do espectro infravermelho solar. Por isso, acreditamos que especificar um produto adequado para arquitetura é extremamente necessário para propiciar garantias na redução eficiente dos raios infravermelhos, controle da luminosidade, além de criar privacidade e auxiliar na conservação e proteção de mobílias, tecidos, produtos estocados do ambiente.

 

 

Paredes e coberturas expostas também absorvem o calor solar, que é então para o interior dos ambientes transferido por um processo conhecido como condução. Logicamente, o calor também pode irradiar de emissores como lareiras, lâmpadas, fornos, etc.

 

 

Uma das características mais comuns das películas de controle solar é sua habilidade em regular a quantidade de energia solar que passa pelo vidro. A proteção com segurança é outro grande benefício oferecido pelos vários tipos de películas.

 

 

Buscando entender as propriedades das películas, faz-se necessário abordarmos como funciona a energia radiante solar e os dois métodos de transferência de calor: a condução e a convecção.

 

 

2)      Comprimento de onda

 

 

A energia é uma medida de atividade molecular que resulta na geração de calor. Quanto maior a atividade molecular, mais energia é produzida, o que gera mais calor. É também importante observar que a energia do calor sempre flui das temperaturas mais altas paras as mais baixas.

 

 

O sol é uma enorme fonte de energia. Ele envia ininterruptamente sua energia para o espaço em direção à terra sobre forma de radiação eletromagnética ou ondas de energia. Podemos medir estas ondas em nanômetros. Todas as formas de energia podem ser expressas em comprimentos de onda. Um comprimento de onda é o comprimento de um ciclo total de uma curva constante. Um nanômetro é igual à bilionésima parte de metro, ou a 0,00000000394 polegadas.

 

 

 

 

3)      Espectro Eletromagnético

 

 

O diagrama abaixo apresenta o espectro eletromagnético medido em nanômetros.

 

 

 

Incluídos na potente banda de comprimento de onda curta estão os raios ultravioletas mais energéticos e invisíveis. Há três tipos de raios Ultravioletas: o Uva (320 a 400nm), O UVb (290 a 320 nm) e o UVc (100 a 290nm).

 

 

A atmosfera terrestre e a camada de ozônio filtram a maioria dos raios UVc e uma porcentagem dos UVb. Os raios UVb causam queimaduras e a exposição prolongada a esses raios no decorrer dos anos têm sido relacionada ao câncer de pele. No entanto, em conhecidos estudos da atmosfera, os cientistas vêm se preocupando de camada de ozônio da terra. Como sabemos Isto resulta em uma maior quantidade de radiação UV atingindo a superfície da Terra, com conseqüência provável de aumento significativo de incidência de câncer de pele.

 

 

4)      Espectro Eletromagnético Solar

 

 

O Espectro Eletromagnético Solar é divida em três faixas e cada uma delas causa um efeito diferente quando atinge a atmosfera.

 

 

Aproximadamente 44% da energia solar é recebida sob forma de Luz Visível. Já a luz invisível, sob forma de calor solar Infravermelha corresponde à 53% dos raios solares. Por fim, a radiação Ultravioleta representa, em quantidade, apenas 3% do total do espectro solar que recebemos.

 

 

O que se considera como banda visível do espectro solar varia em torno de 380 a 780 nanômetros. Esta é a única parte do espectro visível a olho nu. Acima de 780 nanômetros existem outros raios que não conseguimos enxergar, mas somente sentir como calor. Esses raios são conhecidos como infravermelhos.

 

 

5)      Formas de Transferência de Calor

A mesma importância dada ás várias formas de energia eletromagnética provindas do sol também deve ser dada para entender como funciona a transferência de calor. Há três formas de transferência de calor: a radiação, a condução e a convecção.

 

 

a.       Radiação


A transmissão de energia através do espaço é chamada radiação. Este processo de transmissão do calor não depende da presença de um meio material, podendo ocorrer através do vácuo. A energia solar, por exemplo, chega até nós dessa forma.

A energia transmitida deste modo é denominada energia radiante e apresenta-se na forma de ondas eletromagnéticas, assim como as ondas de rádio, as microondas, a luz visível, a radiação ultravioleta (UV), os raios X e os raios gama. Essas formas de energia radiante estão classificadas por ordem de comprimento de onda (ou de freqüência) constituindo o espectro eletromagnético.

A transferência de calor por radiação geralmente envolve a faixa do espectro conhecida por infravermelho (IV). Qualquer objeto libera energia radiante. Objetos a uma maior temperatura liberam mais energia radiante que objetos a uma menor temperatura.

 

 

b.      Condução:


 

A condução é o único método de transferência de calor em sólidos opacos. Como sabemos, quando a temperatura de uma extremidade de uma haste de metal aumenta, o calor se propaga para a outra extremidade. Não se sabe ao certo o mecanismo de perde de calor em sólidos, mas acredita-se que seja parcialmente devido ao movimento dos elétrons livres.

 

Isto explica a razão pela qual bons condutores de calor também tenham a tendência de ser bons condutores de eletricidade. No entanto, a condução é um termo que descreve a transferência de energia (calor) através de um sólido, como por exemplo, um vidro de janela, uma parede, uma esquadria, etc., através do contato físico.

 

Por exemplo, o vidro que se aquece devido á energia solar transfere esse calor para as esquadrias eu o sustenta podendo por sua vez transferi-lo para a parede. Tal matéria sólida também absorve calor e em seguida transfere sobre forma de calor re-irradiado. A película é capaz de refletir o calor solar, porém, ela também o absorve e o irradia novamente.

 

 

c.       Convecção:


 

A convecção também ocorre entre dois objetos que são colocados em contato. A condução entre uma superfície sólida e um líquido ou gás em movimento é conhecida como convecção. O movimento pode ser natural ou induzido. A convecção representa uma forma distinta de condução de calor, é o movimento do calor que está sendo mais uma vez irradiado.

 

O calor pode ser transferido pela oscilação do vento ou movimento através de uma massa de ar quando é alcançada uma temperatura de equilíbrio. O movimento do calor pode ter duas direções, ou seja, ele é irradiado para fora ou para dentro.

 

 

6)      BTU, unidade de Medida de Calor:

 

 

A maioria das discussões sobre perda e ganho de calor em edifícios usa o BTU, Unidade Térmica Britânica como unidade de medição. Uma BTU é uma quantidade de calor necessária para aumentar a temperatura de uma libra de água por grau Fahrenheit.

 

 

A saída de sistemas de ar condicionado é medida por “toneladas de ar condicionado” que são equivalentes a kilowatts de eletricidade. O volume de ar condicionado é medido por tonelada, sendo que uma tonelada de ar condicionado transporta 12.000 BTUs por hora.

 

 

Esta medida pode ser convertida no custo do ar condicionado. Por exemplo, um sistema precisará de um kilowatt de eletricidade por tonelada de ar condicionado, mais um adicional de ¼ de kilowatt para mover o ar. Ao se multiplicar o total de kilowatts pela taxa de custo/kilowatt, teremos o custo por tonelada.

 

 

Este é um fator importante ao se calcular as vantagens econômicas da utilização de películas nas janelas.

 

 

7)      Luz, Luminosidade e Luminância:


A Luz, ou tecnicamente Luz Visível, é uma faixa do espectro solar (380~780 nanômetros) que possuímos capacidade de enxergar. Em termos práticos, podemos dizer que a película controla a passagem da Luz Visível, dado facilmente verificado em todos os produtos através da Transmissão da Luz Visível (%) também conhecida como Transmissão Luminosa.

 

Popularmente entendemos luminosidade como a claridade de um ambiente*. Porém esta não deve ser confundida com luminância, uma medida da densidade da intensidade de uma luz refletida numa dada direção.

 

A Luminância é, em termos práticos, o reflexo da Luz Visível no ambiente. Portanto, uma maior ou menor luminância depende não somente do quanto admitimos de Luz Visível pelo conjunto vidro-película, mas também da “capacidade de reflexão de luz” dos ambientes, o que estará determinado pelo padrão de cores utilizados nestes a ser refletido.

 

Por exemplo, podemos ter dois apartamentos iguais, com mesmo tamanho de janela e película mesma aplicada. Neste exemplo, o apartamento A terá maior luminância devido à suas paredes serem todas pintadas de branco. Já no apartamento B, teremos menor luminância por utilizar padrão de cores mais “escuro”, com tons de marrom e bege.

 

*Tecnicamente, luminosidade é um termo utilizado na astronomia que se refere à quantidade de energia que um corpo irradia em uma unidade de tempo, expressa em unidades de watts ou em termos da Luminosidade solar, Lsol. Neste caso ela é a quantidade energia o objeto irradia comparado com o Sol..

Histórico de Navegação

Chat
Precisa de ajuda? Vamos conversar!
Desculpe mas não temos nenhum operador online no momento. Você pode ligar para (12) 1234 5678
Olá visitante! Sua conta
Meu carrinho Você possui 0 itens no carrinho
fechar